Terceira fase do processo de Inteligência. composta pelas etapas de seleção e reunião, exames e testes e conclusão. As análises poderão ser qualitativas (de visão de futuro) ou quantitativas (de visão de presente e de passado). São exemplos: brainstorming, Delphi, jogo de atores, cenários prospectivos, benchmarking, análise competitiva de Porter, sinais fracos, matriz SWOT, diagrama de causa e efeito, inferência e análise automática da informação, utilização de modelos e testes estatísticos. É composto pelos processos a seguir descritos: · Seleção e reunião – Os dados são reunidos, filtrados, checados e integrados. É a montagem do quebra-cabeça, em que são verificadas a qualidade dos dados e sua pertinência ao estudo que será desenvolvido. · Exames e testes – O analista já possui a visão do todo e parte para o seu entendimento como conjunto coerente. São examinadas a natureza, a função e as relações entre os dados. As hipóteses a respeito do assunto são formuladas e testadas. Modelos são elaborados e testados. · Conclusão – Fase final e decisiva do processo de análise. Momento em que são elaboradas as antecipações de movimentos através de inferências, projeções ou cenários prospectivos, bem como as respectivas análises dos impactos para a organização. São apresentadas sugestões de ações ou redefinição de estratégias.

Análise

Deixe uma resposta